O Centro de Processamento de Dados da FURG foi criado pelo prof. Reitor ADOLPHO GUNDBACH PRADEL em 28/09/1971, com a instalação do primeiro computador, um IBM 1130 com 8K de memória RAM, na então Faculdade de Engenharia Industrial. Tinha como objetivo auxiliar as atividades fins e administrativas da instituição e sua comunidade, no tratamento de informações e processamento de dados.

Nesta trajetória de apoio a instituição o NTI teve como diretores os seguintes professores e técnicos:

  • . Prof. Jomar Bessouat Laurino, 28/09/1971
  • . Prof. Carlos Rodolfo Brandão Hartmann, 01/01/ 1978
  • . Eng. Jorge Luís Jesus da Cunha, 17/01/ 1989
  • . Eng. Celso Bernardino de Miranda Marcos, 09/01/1993.
  • . Adm. Luíz Ortiz da Silveira , 09/01/1997
  • . Eng. Nilton Dario Monteiro da Silva, 13/03/ 2001
  • . Eng. Marco Antônio Carou Leandro, 2005


Inserido no processo de desenvolvimento da instituição e procurando atender a crescente demanda de serviços o NTI, em 1981, trocou o IBM 1130 pelo computador IBM 360/65, equipamento de médio porte e ainda de processamento centralizado. EM 1983, com a desatualização do equipamento central, e aliado a necessidade de atualizacão dos profissionais da área, pelo crescente uso de microcomputadores nas unidades acadêmicas e de pesquisa da FURG, foram instalados os primeiros microcomputadores BRASCOM-BR1000M, destinados ao desenvolvimento e operação de sistemas administrativos.

Em 1985 o computador IBM 360/65 foi substituído pelo IBM 4341/MG1 provendo maior capacidade de processamento e confiabilidade na operação dos sistemas. Simultaneamente a sistemática de entrada de dados, até então operacionalizada com a utilização de perfuradoras de cartões, foi modernizada com a aquisição de unidades digitadoras de disquete e o consequente descarte dos cartões perfurados.

Em 1986, foram instalados: uma unidade de disco magnético IBM 3330/3333, uma controladora de comunicações IBM 2703, uma leitora IBM 3505, uma controladora de discos IBM 3830 e terminais, o que possibilitou a implantação do processamento on-line. Concomitantemente a estas alterações no hardware foram contratados os softwares de apoio necessários.

A implantação de sistemas on-line, baseados em novos softwares de apoio, provocou rapidamente a saturação da capacidade dos discos, o que forçou, em 1987, o aluguel de uma nova unidade de controle de discos 3880/1, e de uma unidade de discos 3375, e em 1988 outras duas unidades de discos 3375. A entrada em operação de todas as unidades de discos contratadas significou expressivo crescimento na capacidade de armazenamento de informações propiciando a rápida expansão e modernização dos serviços prestados pelo NTI.

No que tange a comunicação de dados, foi dado importante passo neste sentido ao longo de 1988, com a instalação de duas controladoras remotas, com capacidade para 16 terminais. Uma delas foi instalada no Campus Carreiros utilizando-se linhas e modens próprios, e a outra instalada no Campus Cidade através de linha de dados contratada da Embratel. Problemas freqüentes com as linhas de dados e de voz, levou-nos a instalação de um rádio para comunicação e transmissão de dados entre os Campus Carreiros e Cidade.

EM 1989, foi substituído o IBM 4341/MG1 por um IBM 4381 e as unidades de discos magnéticos por uma IBM 3380, com recursos obtidos através do “ Projeto de Expansão da Capacidade Computacional da FURG e UFPEL” aprovado pelo MEC.

No final de 1989 foi substituída a controladora de telecomunicações IBM 2703, por uma IBM 3704 assegurando maior confiabilidade e velocidade na conexão dos terminais ao computador central.

No inicio de 1990 ampliamos a rede ao ligar, no Hospital de Ensino, através de linha contratada junto a Embratel, uma controladora IBM 3276 com capacidade para 8 terminais. Simultaneamente, com linha e modens próprios foi ligada a segunda controladora com 16 terminais no Campus Carreiros

O NTI, em um período de sua trajetória, também apoiou fortemente vários setores da comunidade rio grandina, órgãos federais, estaduais e municipais, com a prestação de serviços e oferecimento de mão de obra especializada para os seguintes organismos:

  • CENTRO DE INDUSTRIAS DO RIO GRANDE com o Processamento e Listagem do Cadastro de Filiados, Emissão da RTA mensal e aplicação de Cursos e Treinamentos em Informática;
  • DEPREC-APRG com a Assessoria, Consultoria e Cursos em informática, processamento de Folhas de Pagamento de inativos, Diaristas, Tráfico, Férias e 13 Salário, Processamento da Estatística Portuária, Controle de Efetividade e Mão de Obra e Processamento da Produção Portuária;
  • DEPREC-ASDRG com a Folha de Pagamento;
  • COTRIJUÌ com o Controle da Carga e Descarga, e com o Recebimento, Embarque e Desembarque de Soja, Farelo de Soja, Óleo e Trigo;
  • PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO GRANDE, Secretaria de Administração com a Administração de Pessoal e Processamento da Folha de Pagamento e, Secretaria da Fazenda com Cálculo, Emissão e Controles de IPTU, ISSQN, Alvarás e Dívida Ativa;
  • BORREGAR, mais tarde denominada RIOCELL, com o Controle de Embarque;
  • LOTERIA ESPORTIVA com verificações preliminares nos cartões de apostas, pré-requisito exigido pela Caixa Federal para posterior envio dos cartões para Porto Alegre;
  • PLANILHAS TOPOGRÁFICAS com Cálculos e Emissão de Relatórios;
  • CLUBE DE REGATAS RIO GRANDE
  • COUNTRY CLUBE CIDADE DO RIO GRANDE com a Manutenção do Cadastro de Associados e Emissão de Listagens Alfabéticas e Numéricas, Etiquetas Adesivas para Endereçamento e Recibos de Pagamento;
  • ESPORTE CLUBE RIO GRANDE com a Manutenção do Cadastro de Associados e Emissão de Listagens, Recibos e Etiquetas Adesivas para Endereçamento;
  • LAUDOS DO DIPOI
  • SINDICATO DOS ARRUMADORES
  • SINDICATO DOS CONFERENTES DE CARGAS E DESCARGAS DO PORTO com a Manutenção do Cadastro de Associados, Cálculos de INSS, Mensalidade do Sindicato, IRRF, 13 Salário, Férias e FGTS e Emissão de Relatório Mensal, Semestral e Anual;
  • CÁLCULO ESTRUTURAL
  • FORO DO RIO GRANDE com a Manutenção do Cadastro de Processos do FORO Municipal e Emissão bimestral de Relatórios de Acompanhamento do Andamento de Processos e
  • TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL com o Processamento e Totalização dos Mapas de Urna nas Eleições de 1986 e 1989;
  • CÂMARA DOS VEREADORES DE RIO GRANDE com o Cadastramento e Consolidação de Propostas para a Constituinte Municipal (1990).


No âmbito nacional diversos projetos e atividades foram desenvolvidos pela equipe técnica do NTI. Principalmente no O envolvimento da equipe técnica do NTI em projetos ou atividades de cunho nacional, com interesse direto do MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO, principalmente no perído de 1986 à 2000, resultou no desenvolvimento de sistemas, consultorias e apoio nas atividades cotidianas do MEC, além de soluções para diversos outros órgãos públicos e privados, em especial às universidades públicas brasileiras.

  • MINISTERIO DA EDUCAÇÃO com a Hierarquização do Pessoal Técnico-Administrativo e Marítimo das Universidades Públicas Fundacionais Brasileiras (16 instituições) no Plano de Cargos de Salários (PCS) que foi implantado naquele ano, Manutenção e Consulta do Catálogo da Legislação Educacional Brasileira, Sistema de Automação de Bibliotecas (SAB2) que foi instalado em diversas intituições nacionais, Sistema de Acompanhamento de Equipamentos (software especializado para o controle do recebimento e instalação de cerca de
    • -Catálogo Legislação
    • -Sistema de Custos
    • -Sistema de Automação deBibliotecas-SAB2, o qual foi instalado em várias instituições como:
      • Fundação Getúlio Vargas
      • Pontifícia Universidade Católica / RJ
      • Universidade Federal do Amazonas
      • Universidade Federal de Pelotas
      • Universidade Federal de Santa Maria
      • Universidade de Ijuí
      • Centro Tecnológico Aeroespacial
      • Instituto Latino Americano de Tecnologia – IBM/Sumaré
      • Biblioteca Nacional / RJ
      • Centro de Suporte ao Cliente IBM / RJ
      • Universidade Federal da Bahia
      • Universidade Federal de Uberlândia
      • Universidade Federal de Pernambuco


Além destes serviços externos o NTI também desenvolveu e implantou vários sistemas para a Instituição como:

Sistema de Controle Patrimonial
Sistema de Controle de Cheque Convênio
Sistema de Pagamento Diaristas
Sistema de Pagamento Mensalista
Sistema de Controle de Férias e Licenças
Sistema de Controle de Função Gratificada
Sistema de Controle de Acumulação de Cargos
Sistema de Orçamento para Controle de Obras
Sistema de Banco de Dados Legislação URG
Sistema de Controle de Almoxarifado
Sistema Fornecedores
Sistema de Gerência de Documentos
Sistema de Controle das Comissões da URG
Sistema de Controle de Serviços/Atividades CPD
Sistema de Controle de Contrato
Sistema de Indicadores Econômicos
Sistema de Contribuições Previdenciarias
Sistema de Orçamento Interno
Sistema de Etiquetas para Protocolo
Sistema Mala-direta
Sistema Consulta ON-LINE de informações Cadastrais e Financeiras dos funcionários
Sistema Metodologia para aproveitamento de textos gerados em microcomputadores pela Editora da FURG
Sistema de Controle Acadêmico
-Universidade
-Colégio Técnico Industrial
Sistema de Classificação para ingresso
-Universidade
-Colégio Técnico Industrial
Sistema de Controle Acadêmico e Matricula com processamento ON-LINE
Sistema de Banco de Dados Oceanografia
Sistema de Banco de Dados Herbário
Sistema de Cesto Básico
Sistema Catalogo Geral da FURG – 1990
-Digitação, montagem e geração de originais para fotolito
Sistema de informações gerênciais para o Censo Hospitalar
Sistema de Pessoal
Sistema Faturamento Ambulatório
Sistema de Controle de Almoxarifado e Farmácia
Sistema de Recadastramento de Pacientes
Sistema de Agendamento
Sistema de Cadastramento de Pacientes
Sistema de Informações da URG
-Acervo Bibliográfico
-Legislação Universitária
-Moluscos do Museu Oceanográfico
-Constituições
Federal
Estadual
Lei Orgânica do Município de Rio Grande
Sistema de Automaçaõ de Bibliotecas
-Manutenção do Acervo
-Controle de Empréstimo
Microfilmagem
-Microfilmagem Convencional
-Alunos Formados
-Portarias
-Dossiê de Servidores Demitidos
Microfilmagem com
-Folha de Pagamento 1989
Manutenção de Equipamentos